Curso de JavaScript Aula 02 Sintaxe e Declarações

Nessa vídeo aula vamos conhecer a sintaxe e as declarações inicias  básicas do JavaScript, vamos escrever códigos no próprio HTML e criar um arquivo externo .js onde escreveremos nossos códigos JavaScript.

 Sintaxe básica

JavaScript pega emprestado a maior parte de sua sintaxe do Java, mas também é influenciado por Awk, Perl e Python.

JavaScript é case-sensitive e usa o conjunto de caracteres Unicode.

No JavaScript, instruções são chamadas de declaração e são separadas por um ponto e vírgula (;). Espaços, tabulação e uma nova linha são chamados de espaços em branco. O código fonte dos scripts em JavaScript são lidos da esquerda para a direita e são convertidos em uma sequência de elementos de entrada como simbolos, caracteres de controle, terminadores de linha, comentários ou espaço em branco. ECMAScript também define determinadas palavras-chave e literais, e tem regras para inserção automática de ponto e vírgula (ASI) para terminar as declarações. No entanto, recomenda-se sempre adicionar ponto e vírgula no final de suas declarações, isso evitará alguns imprevistos.

Comentários

A sintaxe dos comentários em JavaScript é semelhante como em C++ e em muitas outras linguagens:

// comentário de uma linha
 
/* isto é um comentário longo
   de múltiplas linhas.
 */
 
/* Você não pode, porém, /* aninhar comentários */ SyntaxError */

Incluindo Javascript no documento HTML

Para incluir código JavaScript numa página HTML utiliza-se a tag <script>

<!DOCTYPE html>
<html>
    <head>
        <title>Curso de JavaScript do Bobrinha.com</title>
        <meta charset="UTF-8">
        <meta name="viewport" content="width=device-width, initial-scale=1.0"> 
    </head>
    <body>
        <script>
                document.write("Olá mundo!");
	 </script>
    </body>
</html>

Neste caso temos a tag <script> no meio de um documento HTML. Esta tag contém uma linha com o comando document.write. Este comando produz uma saída que por sua vez é mesclada com o próprio documento HTML onde o script está inserido.

A tag <script> serve para identificar para o navegador o que deve ser interpretado como comando JavaScript. Tudo que estiver dentro da tag <script> (entre <script> e </script>) deve ser interpretado como JavaScript.

Também é possível carregar um código de script a partir de um arquivo separado do código HTML. Neste caso usamos o atributo src="arquivo.js" para indicar o nome do arquivo, sem colocar nada dentro da tag <script>.

<!DOCTYPE html>
<html>
    <head>
        <title>Curso de JavaScript do Bobrinha.com</title>
        <meta charset="UTF-8">
        <meta name="viewport" content="width=device-width, initial-scale=1.0"> 
    </head>
    <body>
        <script src="arquivo.js"></script>
    </body>
</html>

É uma boa pratica de programação separar códigos JavaScript do documento HTML,  a prática de separar o código javascript do código HTML em arquivos diferentes, pode ser bastante útil. Imagine que o projeto que está desenvolvendo tenha um grande número de páginas que utilizam os mesmos códigos de script. Você pode neste caso agrupar estes códigos num arquivo separado de forma que ele seja apenas incluído nas diversas páginas que o utilizam. Qualquer necessidade de alteração nestes procedimentos fica extremamente facilitada pois precisará ser feita em apenas um arquivo.



Hospedagem Profissional de Sites